Quarto de Nanquim!

Entretenimento Asiático num Quarto Confortável.

Jornada Semanal #03 – Forget-Me-Not.

Deixe um comentário

p1
Do mesmo desenhista de “Omoide Emanon“, Kenji Tsuruta, com roteiro próprio. 

E mais um trabalho da Fuji Scans, realmente grande parte dos trabalhos de lá são ótimos, bem diferente dos que vemos sempre.

1Ênfase no “grande parte“, não que “Forget-Me-Not” seja ruim, é até bastante original – ou quase -, afinal temos que admitir que Imari Mariel é idêntica à Emanon, não na personalidade, que embora lembre, mas fisicamente e em algumas manias como fumar.

Em alguma partes eu ficava confuso com o mangá, os disfarces repentinos de Imari eram muito convenientes e sem explicação explícita do porquê. Claramente não é um mangá para todo mundo, afinal, se um autor vai fazer um mangá de mistério ele tem de saber explicar muito bem o mistério e a conclusão do mesmo.

O mangá é basicamente sobre uma detective, ou mais especificamente uma detective por determinação da família, que deve torna-se uma de alta classe e resolver o caso do quadro roubado de sua família, o quadro Forget-Me-Not, daí que vem o nome da obra.

Comparando com as outras obras já citadas aqui, é fraca. Kenji Tsuruta é muito bom em sua arte, inclusive os melhores mangás dele são os que possuem menos diálogos, somente a história sendo contada através da arte, consequentemente disso, um mistério como esse não combina com o mesmo; Ele trabalha muito melhor com outro autor, assim como visto em Omoide Emanon – Minha obra favorita dele -.

No capítulo final foi explicado muita coisa, como por exemplo, a cena do barco no segundo capítulo, em que vimos o braço de Mariel sendo puxado e logo em seguida o chapéu boiando na água; Porém, – SPOILER – o quadro não foi achado, deixando a obra com um ar de sem sentido.

Todo o mistério imposto e tido como foco foi apenas um desfoco para fazer o romance acontecer? Afinal, Kenji é um autor muito romancista. É um modo de expressar a importância do amor, e até o próprio? Que cada um interprete do seu jeito, é uma obra legal de se ler, mas não é do tipo que eu recomendaria com tanta facilidade. 2

Nota: ★★★★
Como já foi citado, você pode encontrar esse mangá na Fuji Scans clicando aqui.
E antes de encerrar, o Jornada Semanal não será mais semanal, e sim no dia que eu quiser, afinal eu não leio apenas 1 mangá por semana. E o sistema de notas – Que estará presente na coluna -, será contado com o máximo de cinco estrelas.

Até.

Anúncios

Autor: Carl

Um jovem de 15 anos, apaixonado pela terra do Sol Nascente, redator de blog, quadrinista e com um péssimo senso de humor. Criatividade, onde estás?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s